Skip to content

Como funciona

Compartilhe

A equipe, composta de médicos, dentistas, veterinários, enfermeiros e pessoal de apoio, vindos de diversos estados do Brasil de forma voluntária, viaja a bordo de picapes e jipes com tração nas quatro rodas. A Marinha do Brasil também integra a expedição, cedendo dois caminhões que ajudam no transporte do material e militares que apoiam em toda a parte logística. Além disso apoiam a manutenção dos veículos da expedição que enfrentam as dificuldades dos caminhos.

Durante o planejamento das ações, o MDP faz o levantamento dos lugares com melhor estrutura para que sejam montadas as bases de atendimento. Este ano, serão visitados 26 pontos e oito bases de atendimento.

Também serão assistidas as escolas das comunidades locais com palestras sobre higiene e cuidados com a saúde, além da distribuição de itens como escovas e pasta de dente, material escolar e brinquedos.

“Por dificuldade de acesso ou por morarem muito no interior do Pantanal, os moradores da região dificilmente conseguem atendimento de saúde, nem mesmo quando realmente precisam, sem preocupação com a prevenção de doenças. Tratamos geralmente de pessoas hipertensas, com contusões, artroses, artrites, problemas de visão e dentes, que com o tempo, comprometem muito a saúde das pessoas. Cuidar delas, diagnosticando os problemas e ajudando na prevenção é de extrema importância”, comenta o médico ortopedista Luiz Mikimba, integrante da Expedição.